Valmyr de Oliveira

Nascido na pequena cidade de Buenópolis, mudou-se aos onze anos de idade (1971) para a cidade de Montes Claros, ambas no interior de Minas Gerais, onde conviveu desde muito cedo com a forte influência folclórica da região.Fixou residência na cidade do Rio de Janeiro no ano de 1993.

 

Iniciou seus estudos em música em 1972, no Conservatório Estadual de Música Lorenzo Fernandez, na cidade de Montes Claros - MG, cursando Violão Popular com a professora Geni Rosa e curso técnico de Violão Clássico com os professores Mauro Necésio e Lindolfo Bicalho. Graduou-se bacharel em Violão Clássico, orientado pelo professor Leo Soares, fez licenciatura em Música e pós-graduação  em Educação Musical no Conservatório Brasileiro de Música. É mestre em Educação Musical pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

 

Desenvolve trabalho em Educação desde 1981. Atuou como professor de Música no Conservatório Lorenzo Fernandez, na cidade de Montes Claros - MG, e no Conservatório Lia Salgado, na cidade de Leopoldina - MG. Atualmente, leciona nas cadeiras de Violão e Harmonia Aplicada ao Instrumento dos cursos de Musicoterapia, Violão Clássico e Cordas Brasileiras Dedilhadas do Conservatório Brasileiro de Música (CBM) - RJ. No curso de licenciatura em Música dessa instituição, desenvolve um trabalho em Educação Musical, tendo o violão como instrumento deste processo educacional, ou seja, como instrumento musicalizador, tema de sua dissertação de mestrado. É coordenador técnico do Estúdio CBM e coordenador pedagógico dos cursos de bacharelado em Instrumento, Canto, Regência, Composição e Musicopterapia do Conservatório Brasileiro de Música - Centro Universitário (CBM-UNICBE).

Artisticamente, atua como violonista, compositor e arranjador. Participou como músico instrumentista e cantor do Grupo Folclórico Banzé, apresentando-se em vários estados brasileiros e no exterior, como no Festival Mundial de Folclore, na Bélgica e França, e no Internationale Volkust Festpiele na Áustria, em 1981. Em 1984, apresentou-se no International Folkfest of Tenessee, nos EUA, e, em 1987, participou do XXV Festival Internacional de Los Pirineos, realizado na Espanha e França. O Grupo Folclórico Banzé foi o primeiro grupo brasileiro a se apresentar no Epcot Center, na Disney World.Integrou o Grupo Instrumental Marina Silva, como instrumentista e compositor. O segundo CD do grupo teve indicação para o Prêmio Sharp, na categoria Música Instrumental, em 1994.

No teatro, participou das peças A Ver Estrelas e Uma Noite de Lua, de autoria de João Falcão, como instrumentista; Lisbela e o Prisioneiro , dirigida por Guel Arraes, como arranjador; e do musical Um Lugar Chamado Recanto, escrito e dirigido por Frederico Mayrink, como instrumentista. Recentemente, compôs, em parceria com Gabriel Machado, a trilha original da peça Não se brinca com o amor, autoria de Alfred de Musset.

 

Tem dois CDs solo: Brilho de Saudade (1996), que obteve indicação para o Prêmio Sharp, e Trejeito, em que vive a experiência de cantar, compor, arranjar e produzir.

Dentre outros trabalhos, participou dos grupos Terno de São Benedito, Trio.Br, Seresta Carioca e Octeto Pixinguinha. Em 1996, ao lado de Paulo Pedrassoli e Ricardo Filipo, funda a Camerata de Violões, sendo até hoje integrante do grupo.

 

DISCOGRAFIA

Disco de Vinil                                                                                 

1979 -  Cantigas de Roda  e Canções Infantis do Norte de Minas Gerais - Grupo Folclórico Banzé -   instrumentista - Gravadora Marcus Pereira

1980 - Saudação -  Tino Gomes - instrumentista e compositor - produção independente

1981 - Canto Brasileiro  - Grupo Folclórico Banzé - instrumentista e cantor - Gravadora Cristal Discos

1986 - Grupo Instrumental Marina Silva - Grupo Instrumental Marina Silva - instrumentista - produção independente

1987 - Plantando Emoções - Wanderdaik - instrumentista e  compositor - produção independente

1992 - Duas Faces  - Wanderdaik - instrumentista, compositor e diretor artístico - produção independente

 

CD

1993 - Grupo Instrumental Marina Silva - Grupo Instrumental Marina Silva - instrumentista e compositor - produção independente

1996 - Brilho de Saudade - Valmyr de Oliveira - instrumentista, cantor, compositor e produtor - produção independente

1997 - Cantos da Terra - Grupo Showcante/Joaquim de Paula - instrumentista e cantor  - Produção Fundação Roquete Pinto

1999 - Músicas para Violão Brasileiro - Toni Costa - participação da Camerata de Violões - produção independente

2001 - Camerata de Violões - Camerata de Violões - instrumentista e compositor - produção independente

2002 - Violões da AV-Rio - Diversos - participação da Camerata de Violões - produção independente

2003 - Primeiro Compasso Clássico - Diversos - participação da Camerata de Violões - Biscoito Fino

2008 - Camerata de Violões - Camerata de Violões - instrumentista e arranjador - Biscoito Fino

2008 - Obras para Violão de Roberto Vitório - Roberto Vitório - participação da Camerata de Violões  - produção independente

2010 - Trejeito - Valmyr de Oliveira - instrumentista, cantor, compositor e produtor - produção independente

2011 - Fernanda Canaud interpreta Almiro Zarur - Almiro Zarur - produtor artístico - produção independente

2015 - Suítes do Brasil - Camerata de Violões - instrumentista, arranjador e direção geral - produção independente

e-mail: valmyrdeoliveira@gmail.com